segunda-feira, 30 de abril de 2012

Girassóis


 
Sinto olhares que me acompanham
Sinto o frio do desprezo que toca
São pessoas que invejam
São vozes que me tentam calar
A poesia floresce...
... o universo conspira!
O verde parece ter tornado-se cinza
Quando mesmo as nuvens
Estão sobre nossas cabeças
São imperfeitas por serem perfeitas
São humanamente humanos
O anjo caído agora levantou-se
E me deu a mão para caminhar
Meu sorriso é doce!
Sinto a vida,
Sinto a ternura,
Sinto a explosão, a magia
Sinto a essência do belo
São os girassóis que se abriram
E os pássaros em seus ninhos
Para o tempo, para o mundo
Para acompanhar seus amiudos
Olhares entristecidos
Com a felicidade alheia.
 
Enforquem-se em suas teias!

Auxiliadora RS
27/04/2012  12:38

7 comentários:

Parole disse...

A inveja é um sentimento medonho se não controlado, mas ainda assim tenho mais medo daqueles que dizem gostar, mas na verdade querem apenas tirar algum proveito.A esses eu diria:Enforquem-se em suas teias!

Belo poema, querida.

Beijinhos.

♥Soniaconsult♥ disse...

Ficou lindo o tema Dorinha!!
E o teu poema maravilhoso.
E com certeza o teu sorriso é doce, srsrs
Bjos e uma boa semana.

Nadia Lis disse...

Oh querida, obrigada por sua presença constante no Lilith,adoro qdo me visitas, e sempre que venho aqui me encanto com teus escritos!Obrigada e um final de semana abençoado pra vcs! Beijos

Maria Alice Cerqueira disse...

Ola amiga
Meu abraço de Paz, bem e Amor!
Lindo seu poema!
A nossa vida é um constante cultivo, aonde nos ele a colheita dos bons frutos da felicidade da colheita Do Amor!
Amiga obrigada pelo carinho lá no meu cantinho
Tenha uma linda semana coberta de Alegria e paz!
Maria Alice

Camila disse...

Te acompanho!
;)

É bom quando a poesia nasce quando estamos calados. E sentir é sempre a melhor solução!

Maria selma disse...

Amiga,trouxe um selinho comemorativo ao 2º aniversário do Chá da tarde.
http://i701.photobucket.com/albums/ww15/M-amles/anigifchzinho.gif
Linda semana.
Beijos de luz.

Kiro Menezes disse...

Linda, hás de ser livre desse sentimento torpe que te rodeia!

Um beijo amada minha...