segunda-feira, 23 de abril de 2012

Contagioso


Andas tão calada!
A dor que consome a alma
Dilacera o coração e as vísceras
Deixando um rastro no chão
Reviver é preciso
É digno o renascer
As razões não justificam os fins
E fim...
É o fim...
Contagioso mal
Um ponto final!

 
Auxiliadora RS
05/10/2011  10:14hs

Um comentário:

ॐ Shirley ॐ disse...

Ponto final, que nada, Auxiliadora! Percebe-se muito amor no seu coração. Beijo, querida amiga!