quarta-feira, 1 de março de 2017

Resultado de imagem para amor sendo regado

Não desista de mim que estou aqui
Vivendo um momento profundo
Vivendo cada minuto
Vivendo apenas por viver

Não me diga que o dia está lindo
Pois sei das tuas lutas constantes
Sei da desilusão existente
Que se quebra dentro de ti

Não me digas não simplesmente
Não me acene com a mão em sorrisos
Se teus olhos estão negros como a noite
Em pleno dia, ao meio dia

Não sei o que te dizer meu grande amor
Se eu era a esperança
De dias de amantes ou diamantes
De dias de outono invernais

Mas eu prometo meu único amor
Te amar em tempos infernais
Te desejar nas madrugadas frias
E te ser sempre o acalento no final do dia.


Auxiliadora RS
01/03/2017 - 17:23h

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

É tempo de esquecer
Também de lembrar
Tempo de ir
Para outros voltar
Tempo de amor
E de amar
Tempo de chorar
E de alegrar
É tempo de receber
Para se dar
E para outros, se doar
É tempo de dor
E também perdoar
Um tempo para todos juntar
Naquela canção de natal
E sermos um tempo JUNTOS
 FELIZ NATAL!


Auxiliadora RS
24/12/2015

quinta-feira, 8 de setembro de 2016


Resultado de imagem para MEUS OLHOS CANSADOS gif
Vou saudar porque não tenho o que fazer
Vou apenas vivenciar esse momento meu
Preciso pôr em dia meus dizeres infantis e cansados
Sinto sobre mim o peso do mundo
Está tão difícil ser apenas eu mesma
Nada mais tenho daquela menina que queria tanto crescer
Não lembro dos sonhos que sonhei
Dos jogos infantis que brinquei
Não tenho mente, tenho sentimentos
Não tenho olhos, sensitivei 
Não vou chorar, vou ouvir o som da musica 
Vou assistir meu filme preferido
Vou amar meu marido
Vou me jogar na cama e me deixar gozar
Vou explodir meu corpo cansado
Vou apenas me deixar ser amada
Pelo viril homem que me quer
E que me sorri com um ovo na mão
Me convidando a não desistir.

Auxiliadora RS
08/09/16 - 20:20

sexta-feira, 12 de agosto de 2016



A esperança me tinge de negro
Me sonda o interior ferido
Já não sinto o toque do tempo
É ele quem me sangra por dentro

Sou sombra tentando existir

Sou dor ao extremo sentir
Sem chance no simples viver
A flor murcha de cima a cair

Não tem gosto o doce algodão

Do doce? Não há lembranças, não! 
Do poema que não me contenta
Das rimas que não se entrosam

E morrem ao serem lidas...



Auxiliadora RS

20/06/2016