sexta-feira, 27 de abril de 2012

Sentida poesia


A poesia que flui de mim
Tem gosto de solidão
Expressa uma única paixão
Um único coração
O teu...
Os olhares que encantam as palavras
São meramente momentos
Que vivemos
Que construímos
Que sentimos
E a dor é responsável pelo grito
Que exvai-se do meu peito
E essa não tem jeito
Ela explode... e sai...
Essa poesia é linda
É sentida
É poeticamente vivida
Cada dia
Cada momento
E eu não me canso
Desse expressar
E chego a incomodar
Até mesmo o meu leito
Mas essa poesia é minha vida
É meu suspirar ,
É alma que geme
Que grita
E sinto muito
Quem não quiser que não leia
Eu infinitamente
Vou escrever o que a poesia quiser me dar
Dos meus sentidos
E vou amar cada momento
A cada dia
Como o comungar de nossas almas
E essa, e a poesia
Que flui de mim...


Auxiliadora RS
01/07/2011  10:44

2 comentários:

A.S. disse...

O poeta navega nas palavras
Naufraga em silêncios
E se o poema acende desejos
O poeta morde
Os seus próprios beijos…


Beijos,
AL

♥Soniaconsult♥ disse...

Uma boa semana semana pra ti tbm.
Recebeste o email q te mandei?
bjos