quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Poesias

Poesias lidas,
Poesias lindas,
Poesias minhas,
Quero falar de poesias feitas
Para acalentar a alma da poeta
Que se calou uma hora dessas
E que não fez mover o dia
Mas, as flores e suas cores
Deixaram de ter tons, por causa do silêncio
O mórbido silêncio da alma
Por causa da ausência do poema
O dia deixou de existir na mente
e palavras deixaram de iluminar como o sol
a vida de alguém
Poetas e poesias, são enfeites do mundo
Colori, e é vida...
Se o âmago está vazio
O mundo precário de amor
Morre um pouco mais
E agora tento resuscitar essa vida [poesia]
Para que num instante qualquer
Alguém dê vida para minhas palavras...


 Auxiliadora RS
05/10/2011  09:54hs

3 comentários:

§Anjo§ disse...

Oi Auxiliadora! Saudade!
A vida é poesia ou a poesia é vida? Certo é que não podemos viver sem poesia, como também não podemos viver sem amor!
Lindas fotos da família no slide!
Fiquei doente, mal mesmo! Mas cá estou... Cheia de saudades!
Muitos beijinhos, abraços
Bye bye
Anita do diarios-do-anjo.blogspot.com

Will disse...

Oi Auxi,
a poesia da vida são os versos dos pensamento e as rimas das atitudes.
Um abraço!

Djanira Meneses disse...

Lindo, vc escreve muito bem pq igual a mim vc escreve mais com a alma do que com o pensamento... sintimos o que escrevemos!!!
vou te visitar sempre, e obrigada por me visitar!!!
djanira
http://alemdatela.zip.net
coloquei coisas novas...