sábado, 27 de outubro de 2012

O fim



Preciso nutrir-me de palavras
Preciso degustar-me de cores
Provar todos os sabores
Preciso mostrar os dentes num largo sorriso
Preciso ser fada e jogar mágica
Ou ser bruxa enfeitiçada
E aprender a falar
E mesmo que o mundo se acabe finalmente
E todas as ilusões esvaiam-se
Mesmo que gente devore gente
Mesmo que o mar se parta ao meio
Mesmo assim, devemos ao mundo
O poema escondido
Salvar o amor vivido
E também aquele esquecido
Num eterno e longo perdão
Eu só sei que preciso...
Você não?

Auxiliadora RS
28/10/2012  01:09

6 comentários:

Amanda Lemos disse...

Passando para agradecer o selinho minha querida :)

Muito obrigada, e volte sempre !

Anne Lieri disse...

Auxiliadora,muito linda e romantica poesia!Bjs e boa semana!

Morgan Nascimento disse...

Olá, parabéns pelo blog!
Se você puder visite este blog:
http://morgannascimento.blogspot.com.br/
Obrigado pela atenção

Morgan Nascimento disse...

Olá, parabéns pelo blog!
Se você puder visite este blog:
http://morgannascimento.blogspot.com.br/
Obrigado pela atenção

Catia Bosso disse...

Todos precisamos!

olá querida! saudades suas...

bjsMeus
Catita

Irene Moreira disse...

Como preciso e se é o fim que venha em um abraço terno , que me carregue no colo porque é o que mais preciso.

Lindo !

Saudades!
Beijos