quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Minha busca


Procuro palavras que não saem
Procuro cores que se esvaem
Procuro razões inexistentes
Procuro momentos em minha mente
Procuro meu coração, ora vazio
Procuro o calor para fugir do frio
Em que me encontro...
Quando olho toda essa busca
compreendo que sonhei mentiras
que sonhei sozinha,
interminável solidão
e me deparo na verdade dos fatos
de que você
Jamais pertenceu a alguém...


Auxiliadora RS
17/11/2011  10:15 hs

4 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Sempre procuramos em tudo algo que nos complete, beijos.

Will disse...

gosto quando dizes ao final da relacao de tuas procuras, "que me encontro". Descobriu o caminho...

Um abraco!

♥Soniaconsult♥ disse...

Escreves o que sentes em teu coração de maneira perfeita.
Adorei o tema que escolheste para esta semana. Parabéns!!
E as meninas tbm !
Bjos

Eu tinha este mapa no meu blog. Era tão legal ver as pessoas lá de longe logado no blog. Super interessante.
*-*

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Ai, essas buscas ao tesouro que não encontram nada, são terríveis. Sei bem como é. Posso lhe dizer que gostei muito do poema e que seja mais feliz nas próximas buscas. Beijos