quinta-feira, 24 de março de 2011

Vingança



O que aflora em mim e algo ruim
Deixei para trás esse sentimento
Vivi e tentei ser o melhor
E o pior é que já não sei
O que serei agora e depois

Me sinto mal, sou maldade
Sou angústia e solidão
Sou vingança, traição
Quero sangue, quero morte
Quero a ti

Machucar-te é meu pensamento
Quando acordo e ao deitar
E o pior de tudo
É que não consigo
Deixar de te amar

O que faço então?
Se meu coração me cobra
O que a mente devora
E reprime, implora
Por piedade e pena?

Desta que agora
É apenas POESIAS PARTIDAS
E repartidas de você
Maldito, bandido
Eu preciso te esquecer....

Auxiliadora RS
03/02/2011  15:43

Um comentário:

Kiro Menezes disse...

Se fosse visto que jamais o poderia...

^_^•

Lindo! E seja agora só alegria :P