segunda-feira, 3 de junho de 2013

Quem és?



Que olhar é esse,
Que me gela a alma?
Que tocar é esse,
Que me enlouquece?
Que beijo louco é esse,
Que me fascina?
Quem és,
Homem que me domina?
Em dias normais,
O viver simples e paciente
Sem esperar dias contentes
Sensação de paz ausente
Simples viver sem vida
E trazes contigo
Tudo diferente
Um nomoro antigo
Um ombro amigo
Um amor sentido
De momentos vividos
E agora renovados
Quem és?
Um deus mitológico?
Um Zeus diabólico ?
Ou um anjo a plainar?
Sejas quem fores
Hoje eu já não sou
Dona de mim
E sim
Quem suspira por ti
A todo instante
Simplesmente sou
Aquela a quem podes chamar


Auxiliadora RS
16/06/2011  15:37

4 comentários:

La Gata Coqueta disse...



Llena tu mente de bellos pensamientos
y deja que ellos trabajen en tu corazón,
pintando un interior de alegría,
para que aflore en el espejo tus ojos
la más bonita de las sonrisas.

Te deseo tengas un hermoso
comienzo de semana.

Esta amiga que te quiere y aprecia!
María Del Carmen



✿ chica disse...

Lindo poema!! beijos,tudo de bom,chica

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Poesía llena de encanto y Ternura por ese sentimiento que desea sea indivisible.
Preciosos Versos.
Abraços e beijos.

Arnaldo Leles disse...

Que lindo!
Seu homenageado deve estar feliz!
Romantismo é ótimo!