sábado, 3 de outubro de 2015

A cor morta que vejo
Não é preto nem roxo
Também não reflete vermelho
A cor morta que vejo
Tem nuances de azul
Ou será amarelo?
Não sei...
Abro os olhos e agora
Me pareceu mesmo verde
Ou uma mistura de limão
A cor morta que vejo
É engraçada, divertida
Porque está apenas em mim
Nos olhos parados
Na imensidão do tempo
Em que eles ficam inertes


Auxiliadora RS
02/10/2015 - 13:45

Um comentário:

✿ chica disse...

Que lindo!E que bom te ver novamente! Adorei! Lindo fds! bjs, chica