quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Me fala!



Sabe...
Eu te sinto tão distante, tão calado.
Eu sinto falta do poeta que me encantava,
Já que teu canto, a tua voz foi calada
Por coisas que não sei, me fala!
Deixe eu fazer parte dos teus males
Seja de amor ou de saudades
Só me deixe saber...


Auxiliadora RS
31/03/2011  07:52

2 comentários:

The time: me and the time / By: Leandro Ruiz disse...

Auxiliadora, mais uma vez que aqui volto... até mesmo agora, que mais uma vez fui forçado a fazer uma pausa... E você não aparece lá no meu cantinho...
Saudades!

Abraço!

Leandro Ruiz

=> Blog >>> The time: Me and the time

=> You tube >>> thetimemeandthetime

Marcos Alderico Rodrigues dos Santos disse...

Algo me cala,
Engasga em mim a poesia.
Tem dias que tudo parece ir mal. Normal.
Assim a vida vai se arrastando
E se afastando dos meios em direção ao final.
Inícios, tropeços, partidas, erros e acertos.
Tudo isso ainda me deixa confuso.
Contudo, uma certeza: amo você.
E essa certeza me leva a caminhos mais suaves,
Com um frescor da brisa cheirosa das manhãs claras de abril.
Esse amor é um sacerdócio
E uma fera que, diariamente, precisa ser domada.
Não é fácil, nem é dócil,
Mas dá flores e frutos doces.
Alecrins e alfazemas.
Às pencas, despencam as avencas da nossa janela
E se misturam às margaridas e amarílis
Que colorem os nossos sonhos.
Você é o pote de ouro que encontrei no final do arco-íris
E o puro sentido de todos os versos que componho.

Marcos Alderico
24/10/2013
23:15