quinta-feira, 16 de maio de 2013

SEU tempo de criança - meu tempo AGORA


O tempo passa...
É cruel o seu passar
Na pele, o tempo
Que envelhece
Envelhece a mente
O corpo, a alma.
E no olhar
A busca
Daqueles tempos
Tempos de criança
A brincar
De pedrinha de gude, de manja.
Sorrisos e gargalhadas
Eu vejo agora
E viro o rosto para contemplar
São meus irmãos pequeninos
Soltos a correr
A pisar na areia
A se maravilhar
Com o bichinho que nasce
E salta em busca da liberdade
Liberdade do olhar
Na árvore o mais velho
Que de um lado ao outro
Busca o vento solto
Que toca o seu rosto
E o mais novo matreiro
Mata o pintinho ligeiro
Que desatento foi pego
Nas mãos pequenas e esmagado...
Coitado!
E a menina tão linda
Com cara sapeca e de índia
Corre atrás da mais nova e brinca.
E felizes eram todos eles
No SEU tempo de crianças
E eu no meu tempo AGORA
Aperto os olhos que choram
Choram ao lembrar...

Saudades...

            
Auxiliadora RS
07.06.2011  09:53

7 comentários:

✿ chica disse...

Lindo,lindo!!Adorei ler! beijos,chica

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Recuerdos que provocan lágrimas por la inexorabilidad del Tiempo.
Precioso.
Abraços e beijos.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Muito lindo ,amiga. Gostei da re-infância. Só poetas sabem fazer isso. beijos.

Kiro Menezes disse...

Que coisa mais linda, quanta saudade, me senti abraçada, minha querida, muitas vezes, sem ter certeza das palavras, mas sabia que tinha se lembrado!!!

Poesia bela, vc amadureceu!!! Saudades imensas, viu? Bjs e estou de volta ♥

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Que linda poesia!
Encantada.
Bjins entre sonhos e delírios

Solange disse...

Falar em saudade...sentir a saudade...chorar de saudade...matar a saudade, pra depois ela renascer... Bjs.Sol.

Kiro Menezes disse...

Que belo poema de saudade branda da menina que és no fundo dos olhos de poeta!!!

Saudades de ti, menina!!