segunda-feira, 30 de abril de 2012

Girassóis


 
Sinto olhares que me acompanham
Sinto o frio do desprezo que toca
São pessoas que invejam
São vozes que me tentam calar
A poesia floresce...
... o universo conspira!
O verde parece ter tornado-se cinza
Quando mesmo as nuvens
Estão sobre nossas cabeças
São imperfeitas por serem perfeitas
São humanamente humanos
O anjo caído agora levantou-se
E me deu a mão para caminhar
Meu sorriso é doce!
Sinto a vida,
Sinto a ternura,
Sinto a explosão, a magia
Sinto a essência do belo
São os girassóis que se abriram
E os pássaros em seus ninhos
Para o tempo, para o mundo
Para acompanhar seus amiudos
Olhares entristecidos
Com a felicidade alheia.
 
Enforquem-se em suas teias!

Auxiliadora RS
27/04/2012  12:38

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Sentida poesia


A poesia que flui de mim
Tem gosto de solidão
Expressa uma única paixão
Um único coração
O teu...
Os olhares que encantam as palavras
São meramente momentos
Que vivemos
Que construímos
Que sentimos
E a dor é responsável pelo grito
Que exvai-se do meu peito
E essa não tem jeito
Ela explode... e sai...
Essa poesia é linda
É sentida
É poeticamente vivida
Cada dia
Cada momento
E eu não me canso
Desse expressar
E chego a incomodar
Até mesmo o meu leito
Mas essa poesia é minha vida
É meu suspirar ,
É alma que geme
Que grita
E sinto muito
Quem não quiser que não leia
Eu infinitamente
Vou escrever o que a poesia quiser me dar
Dos meus sentidos
E vou amar cada momento
A cada dia
Como o comungar de nossas almas
E essa, e a poesia
Que flui de mim...


Auxiliadora RS
01/07/2011  10:44

quarta-feira, 25 de abril de 2012