terça-feira, 31 de maio de 2011

Em borboletas



O dia vem chegando em multicores
Carrossel de luzes coloridas
Enfeitado de flores.
Há um sutil frescor silvestre dentro de mim,
Inscrições rupestres desenhadas na parede do meu coração
Indicam que o Amor tomou conta da minha vida.
Minha memória está repleta de nós dois,
Enquanto o dia vai se tecendo devagar...
Vertiginosamente caleidoscópico
Alternando-se entre paixão e saudade,
Posto que o tempo passa lento à sensibilidade dos que amam.
Assim vão-se as horas:
Voando lentas em asas de borboletas...


Marcos Alderico
30.05.2011  08:32h


Linhas cruzadas. Uma delicada brincadeira entre os blogs apaixonados  
de Poesias Partidas e  Só pra você.


segunda-feira, 30 de maio de 2011

Poesia do instante


Lembranças vêm à minha mente
De tudo que vivemos ontem
Nos momentos felizes, contentes
Das juras de amor existentes
Por nossas bocas ditas
O transar das pernas soltas
Livres das masmorras do tempo
Onde deixamos soltar ao vento
Murmúrios, delícias nossas
A você homem que me domina
Que me preenche inteira, me fascina
Me leva aos ares, me ensina
A amar, transpor o sentimento
Onde o único lamento
É a dor do prazer, no momento
Que da boca findou-se
E na língua o doce
É para ti que me dou
Sou teu presente...


Auxiliadora RS
30/05/2011  08:37

sábado, 28 de maio de 2011

Canção do Amor-Perfeito


O tempo seca a beleza.
seca o amor, seca as palavras.
Deixa tudo solto, leve,
desunido para sempre
como as areias nas águas.

O tempo seca a saudade,
seca as lembranças e as lágrimas.
Deixa algum retrato, apenas,
vagando seco e vazio
como estas conchas das praias.

O tempo seca o desejo
e suas velhas batalhas.
Seca o frágil arabesco,
vestígio do musgo humano,
na densa turfa mortuária.

Esperarei pelo tempo
com suas conquistas áridas.
Esperarei que te seque,
não na terra, Amor-Perfeito,
num tempo depois das almas.

Cecília Meireles (Imortal poeta)



Poesia ofertada para meu amor no dia 13/08/2010. A saudade doía no meu
peito.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Pensamentos


Campos floridos,
Flores a desabrochar,
Arco íris no ar
Folhas ao vento
A soprar, plainar
Quero o amor e o tempo
Para poder viver e sonhar
Quero doar,
Entregar meu coração e reinar
Como rainha,
E ter...
Todo o poder de ser
Apenas eu o teu deleitar...


Auxiliadora RS
05/04/2011  11:28

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Inigualável


Doces são meus lábios que provam os beijos teus
Doces são meus dias quando acordo ao lado teu
Doces são meus sonhos, por neles te encontrares
Encontros de amor, combinares
Doces são teus toques, vagar por meu corpo
Perfis de amantes – insanidade... Loucos
Doces são nossas emoções
Inigualável paixão
que se esvoaça pelo ar
Te amar é alcançar o céu
É sempre estar
A um passo do amar eterno
E vivendo no paraíso...




Auxiliadora RS
11/05/2011  09:44

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Peco...




Momentos meus...
De pensamentos diversos
Onde o verso sou eu
No egoísmo
No interior
Onde ninguém pisa
E somente eu sei
Onde peco,
pensamentos meus
De todas as maneiras
Sem estribeiras
De pensamentos inversos
E por eles faço versos
Poemas meus
Momentos meus
Somente meu...

E novamente peco!


Auxiliadora RS
24/05/2011  10:32

terça-feira, 24 de maio de 2011

Kalmeida


Linda você é!
Estonteante  mulher
Loira que atrai olhares
Amiga que inspira imagens
na mente...
De tempos que vivemos
dias compartilhados...
Meu peito agora dolorido
Desse amor que é sentido
Dessa  amizade que quase não existe mais
É extinto,
Nos dias atuais...
A distância não é motivo
Que tudo seja esquecido
Teu sorriso, tua fala, tua imagem
E falo somente a verdade
Amigas como nós
É para sempre
Inseparáveis!

               




Para minha amiga Kenny, hoje, nesse dia especial, te desejo tudo de bom, te amo do fundo do meu coração. PARABENS pelo aniversário!


 
Auxiliadora RS
03/05/2011  10:00

sábado, 21 de maio de 2011

Minutos para se amar


O final de semana passou rápido
O dia que termina, o outro que se finda
Foi ligeiro, nem deu tempo para ver a queda da folha
Que seca morreu no solo
Os segundos transformam-se em minutos e logo em horas
E o dia lindo, claro, quente
Se vai e nos deixa menos contente
Porque perdemos as horas
Logo será segunda-feira
E teremos que ser responsáveis
Agir como adultos
E esperar de novo
Um outro final de semana
Bem mais quente
Para que possamos nos amar
Urgente e lentamente
Sem notar que o final de semana se foi novamente...

Bom final de semana a todos!



Auxiliadora RS
02/05/2011  08:36

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Confusa


Queria poder falar das flores
Falar das cores, dos amores
tocar as emoções existente no meu coração
Sonhar bem alto meu destino
Sorrir chorando
O que é estranho
É que hoje estou enlouquecida
E embebida de sono

Não tenho mente, racioscinio
Não consigo sentir nenhuma emoção
De amizade - não lembro dos amigos
De saudade - não sinto ninguém comigo
Solidão - meu coração está vazio
Amor – deixei em algum lugar

Sorrir? Não consigo
Não sinto calor nem frio
Sou dor-mente, e minha mente
Da dor fugiu ...
Que sensação estranha e confusa
É estar no nada, é ser nada
Num corpo sentir-se desnuda
Do mundo
e ser simplesmente viva
como alma penada...


Auxiliadora RS
16/05/2011  11:37

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Hoje, um dia especial!



Parabens meu amor, meu querido
Neste dia transpirante de sentidos
De amor por ti renovados...
Que o sol sempre seja o teu caminho
Que comigo nunca mais se sinta assim
Tão sozinho,
Como antes nas longas madrugadas.
Que eu possa ser o conforto
Das tuas horas intermináveis de amargor
Tendo como deleite
Somente esse amor
Que a ti oferto...
Sou tua, teu presente
Embrulhado em papel reluzente
Que brilha mais que a estrela
Que do céu roubei para ti...
Amo-te mais que a vida
E por meio de palavras sentidas
Declarar que para mim
És a mais pura poesia.


Colhi essa estrela para ti. Toma!


Feliz Aniversário!

Para meu Marido Marcos Alderico de Poesias Partidas

Auxiliadora RS
19/05/2011  08:33

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Marcas da paixão


Marcas no meu corpo...
Marcas de amor, de desespero
Por momentos de prazer
Marcas de tesão, da paixão
Marcas em todo lugar
No pescoço, no seio
No meio, entre meios
Lugares escondidos
Segredos...
Revelados na descoberta
Na procura insessante do amor
Que se abre feito flor
Em busca do sol a lhe cobrir...


Auxiliadora RS
04/04/2011  16:48

terça-feira, 17 de maio de 2011

Meu Marido


Meu marido lindo!
És minha poesia
És minha vida
És meu clamor,
súplicar de amor
que não tem fim...
És começo, recomeço
Meu desejo e desespero
Simplesmente és o verbo
O do insano amor...
Te amar é muito pouco
Pergunte ao meu coração que de tão louco
Quase infarta ao lembrar de ti...



[Zzrabju[1].jpg]

Dedico ao meu marido, meu amor e companheiro, viver ao teu lado é um sonho realizado. 



Auxiliadora RS
11/05/2011  10:00

domingo, 15 de maio de 2011

tesão animal





Aiiii... quero tanto machucar
Rasgar tua carne e deixar
Marcas de posseção, chupar
Dar evasão e esse tesão
Que me domina a razão
E me faz delirar


Quero Sentir a tua força
Homem lindo que me domina
E no mesmo instante me fascina
Mexendo com meu instinto
Esse de animal que sinto
Explodir dentro de mim


O teu cheiro me chama e vou indo
Sem palavras só obedeço, é dominio
O teu olhar completa a situação
Mostra a língua e perdida fico então
E nesse momento pegamos fogo,
Entramos em fusão
Nossos corpos, partes íntimas estremessem de tesão
Que se entregam e buscam a finalização
Desse ato...
Esperado, desejado e molhado...


Auxiliadora RS
29/03/2011  10:49

sábado, 14 de maio de 2011

Histórias - palavras - poesias – memórias


Histórias de mim, de nós, de ti,
Histórias de amores, desamores
Histórias de dores
Histórias de histórias passadas
História de palavras ditas

Palavras lidas, escritas, mentidas
Palavras e suspiros que surgiram
Palavras de amor que ficou, marcou e jamais passou
Palavras de poesias

Poesias escritas, lindas, sentidas
Poesias tuas, rimares de palavras nuas
Poesias de uma poeta que secreta-mente está em minha mente
Poesias de um poeta, amado, desejado, hoje calado
Poesias minhas, sentidas, ardidas em ciúmes, vividas em memórias

Memórias com histórias de palavras em poesias escritas
Memórias de traições e paixões de corações que se falam
Memórias de toques, beijos e anseios
Memórias de seios, corpos, toques, junções
Memórias enfim, de nossas paixões, corações deverasmente unidos... poetas solitários...
Memórias sentidas em sentidos, que hoje fazem essa história
Memórias de poesias que em palavras, é hoje nossa história...



Auxiliadora RS
13/05/2011  09:59

quarta-feira, 11 de maio de 2011

tentei...



Caminhos solitários eu trilhei
Procurando um sentido para ir mais além
Suportei dores horriveis como a ausência
E até hoje não entendo o porquê...
Não almejei nada naqueles tempos
Simplesmente fui caminhando, sem medo
Fui uma alma em branco
E num dia qualquer eu despertei
Desse pesadelo que é ser sozinha
E quebrei o que me prendia - me desesperei
Finalmente enxerguei o que aconteceu comigo
Uma vida sem sentido - eu trilhei...
Até contra o amor eu me neguei.
Agora despertei para a vida...
E  eu sou VIDA!
E quero viver!
Foi quando você retornou e me prometeu seu amor
Me mostrou o sabor da cumplicidade
o gosto da saudade em teu corpo
o valor de se ter alguém
Eu acreditei...
e novamente eu tentei...

Auxiliadora RS
05/05/2011  11:05

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Delícia!



Foi tão louco amar você como amei
Foi tão mágico o nosso tocar dessa vez
Foi tão novo o teu beijar, súplicas de amor
Foi tão lindo ver o teu rosto de menino a se dar
Foi tão diferente sentir o teu explorar ao me abrir
Foi tão gostoso o nosso gozar, simplesmente sem barreiras
Foi tão delicioso sorver de ti o teu líquido quente, que me encheu inteira
Foi tão, tão diferente nossa entrega, ejacular de sentimentos
Foi tão único esse  momento
Foi tão marcante a tua declaração de amor
Foi tão suplicante o meu coração ouvir tuas palavras
É tão maravilhoso pertencer a ti.
Histórias da minha vida...


Auxiliadora RS
02/05/2011  09:51

sábado, 7 de maio de 2011

Mãe


Como sinto saudades de ti, que me gerou
Sinto falta do teu caminhar pela casa
Sinto falta do teu carinho em meu rosto adormecido
Tu que sempre esteve presente em meu caminho
Nos momentos solitários que me encontrei
Hoje eu cresci, sou adulta
(Será mesmo?)
Porque nos momentos que choro
É teu rosto que me vem a mente
E explosão meu corpo sente
É dor que sinto na hora
És mentora de um sentido
Esse que aprendi contigo
Mãe, és sinônimo de amor...


Maria, mãe de todas as mães




Para minha mãe, Alzira, que me ama e suporta até hoje minha neuras.




Auxiliadora RS
03/05/2011  08:17

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Quero...



Quero a mão que me toca na calada da noite

Quero os olhos que me enxergam na escuridão

Quero o beijo que me sufoca

Que me busca na mansidão

Quero o ar que  respiras com cheiro de homem

Quero o suor que cai da tua testa

Quando me tiras os “ais” de prazer

Hoje eu Quero mesmo é o deleite

De amar até a exaustão... E desfalecer...

Quero esse buscar incessante

Do teu corpo pelo ao meu

Dos teus lábios urgentes

que buscam meus seios a entumescer

Desse prazer...

Desse  prazer que  você pode me dá...

Vem amor, novamente me amar

E viver comigo esse momento....


Auxiliadora RS
15/04/2011  09:17